Sábado, 20 de Janeiro de 2007

...

Ignoramos todos os dias a vida. Só nos apercebemos da condição da nossa Existência quando nos deparamos, de forma directa ou indirecta, com o que a finda de maneira inexorável. Choramos a morte, mas quantas vezes rimos pela vida? Angustia este opróbrio à Humanidade para os que acreditam ser o fim e não recomeço ou a ascensão a qualquer redoma inefável. Para os solitários e desprovidos de refúgios religiosos, dogmáticos, cultos…a morte é tão somente o apropriar da vida, cujo corolário é o desaparecimento a título perene e irreversível.

 A morte é o primeiro contacto com o imbróglio que é a vida. A Vida que quando menosprezada e isenta de dedicação será continuamente uma amálgama inextricável.

Pergunto, perguntam e perguntamos todos: para onde? Reclamo, reivindicam e revoltamo-nos: porquê? Insurgem-se uma panóplia de argumentos e justificações sobre os quais não temos controle e que transcendem a hegemonia do que nos aguenta: a razão. A subjectividade do sentimento que faz daquele que sucumbiu insigne obnubila qualquer visão indulgente e compreensiva do que é inelutável. Já não sofre o que pereceu, padecem os que ficaram, a quem cresce um buraco nunca mais ocupável. É então que a memória é suprema e impera, como que automatizada impõe-nos os momentos que interiorizámos atenuando a nossa culpa e saudade. Fechamos os olhos e saltam os sorrisos em uníssono, os olhares comprometidos, os abraços calorosos, os colos insubstituíveis, a proximidade que sempre existiu mesmo com a força da distância física…

Fragmenta-se o que nos preenche porque por momentos perdemos o sentido e razão para existirmos! Enquanto escondida, porque nunca está ausente, a morte é longínqua. Quando sentida torna-se sobejamente inexplicável, transformando o que nos rodeia num poço de inanidade. Furta tudo.

A nostalgia e a dor da perda não deixam ver que se a morte não tem motivo é porque o egoísmo o esconde.

Mas e a vida? Somos relutantes, renitentes, contundentes, assertivos e hostis á contra-partida de estar vivo; mas somos igualmente e na mesma proporção entusiastas, felizes, receptivos e apologistas ao antónimo da morte? A resposta é peremptoriamente e indubitavelmente não! Não existe qualquer equivalência entre a revolta suscitada pela a morta e alegria que devia estar associada á vida. A morte queremos perceber quando a vida não nos dedicamos a entender…

 Vagueamos pelas teias das explicações e desistimos de solucionar porque nos instalamos no conforto da resignação. Pugnamos contra o que excede o poder da compreensão momentânea, mas não valorizámos, usufruímos ou consideramos o que é imputável à atitude individual: o gozo da vida. Somos letárgicos no enaltecimento da vida enquanto vivemos. Só com a morte nos recordamos da vida, ainda que por ínfimos segundos porque o restante tempo é reservado ao insulto da omnipresença que nos levou quem era nosso.

A vida não é apenas o antónimo da morte. A vida não é o simples respirar diário. Esta é uma condição necessária mas não suficiente para definir o elixir da continuidade. A vida é muito mais que o compósito inegável e tangível, todavia o homem insiste em manter o limiar ténue entre as duas formas do ser.

A Existência impõe-nos um fim, mas quem nos imputa a restrição mais nefasta e limitação paralisante é o próprio homem. Viver é entregarmo-nos todos os dias aos seus apanágios tão singelos quanto puros: ouvir e perceber, olhar mas sobretudo reparar, tocar e sentir, aprender e pensar, cheirar e interiorizar… Não nos entregarmos ao hábito de estar vivo.

Vivemos à espera de acontecimentos desejados cuja confirmação delegamos ao destino,  à sorte  e à espera exacerbada, quando a maioria das vezes a pertença desses desejos ao Mundo dos sonhos só se deve à indolência da vontade.

Até quando a estar vivo vai ser somente o contrário de estar morto?      


publicado por portalegreeomundo às 20:09
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De O Restaurador a 22 de Janeiro de 2007 às 10:29
É com o maior prazer que anuncio que já está em marcha a eleição das 7 Maravilhas de Vila Viçosa .

Esta votação irá ser organizada pelo Terras de Mármore e contará com o apoio e divulgação dos nossos blogues individuais, A Interpretação do Tempo, Calipole – Vila Viçosa – Princesa do Alentejo , INFOCALIPO, Intervisão, O Restaurador da Independência e Tomar Partido, assim como do Neste Meu Alentejo e O Calipolense Taurino .

Esta iniciativa surge no âmbito da votação para as 7 Maravilhas de Portugal, na qual o Paço Ducal de Vila Viçosa está a concurso. Assim com o intuito de chamar a atenção dos Calipolenses, dos Alentejanos, dos Portugueses e dos Cidadãos do Mundo para Vila Viçosa, o seu Paço Ducal e as restantes 20 Maravilhas que estão a concurso, o Terras de Mármore arranca com a votação para as 7 Maravilhas de Vila Viçosa.

Actualmente estão a concurso 61 monumentos do Concelho de Vila Viçosa (Vila Viçosa, Bencatel, Ciladas, São Romão e Pardais), que estão a ser estudados cuidadosamente pelos elementos do Terras de Mármore, pelos bloggers do Neste Meu Alentejo e O Calipolense Taurino e por mais algumas pessoas por mim convidadas. Destes 61 monumentos, apenas 21 irão a concurso, o qual estará aberto a todos os quantos queiram participar nesta iniciativa e que desde já, convidamos a participar, não somente Calipolenses, mas sim também Alentejanos, Portugueses, Cidadãos do Mundo.

Para votar nas 7 Maravilhas de Vila Viçosa, basta enviar um e-mail para orestaurador@gmail.com ou terrasdemarmore@sapo.pt referindo os 7 monumentos que acha merecedores de figurarem na lista das 7 Maravilhas de Vila Viçosa, assim como o seu nome e localidade. Optamos por este metodo de votação de modo a evitar que haja pessoas a votar mais do que uma vez nos mesmos monumentos e para que a votação possa ser a mais dispersa possível. Mais uma vez repito que todos podem votar, participar e divulgar!

À semelhança das votações para as 7 Novas Maravilhas do Mundo e 7 Maravilhas de Portugal, também o resultado das 7 Maravilhas de Vila Viçosa irá ser divulgado no dia 7 de Julho de 2007, dia esse que esperamos seja de festa em Vila Viçosa com a eleição do Paço Ducal de Vila Viçosa como Maravilha de Portugal.

Temos consciência de que a lista final de 21 monumentos não irá agradar a todos, mas infelizmente é impossível agradar a todas as pessoas. Contudo, pensamos que independentemente dos monumentos que venham a estar representados na lista final de 21 monumentos, irão ser uns dignos representantes de Vila Viçosa e do seu concelho por essa blogosfera fora!

Senhoras e Senhores, os dados estão lançados!!!

Nuno Faritas Lobo


De O Restaurador a 1 de Fevereiro de 2007 às 23:10
É com a maior felicidade, com a maior das honras e o maior dos orgulhos que declaro oficialmente aberta a votação para as 7 Maravilhas de Vila Viçosa.

Esta é uma organização do Terras de Mármore que está a ter o apoio do blogues individuais dos autores do Terras de Mármore: A Interpretação do Tempo, Calipole - Vila Viçosa - Princesa do Alentejo, INFOCALIPO, Intervisão, O Restaurador da Independência e Tomar Partido; assim como dos blogues e sites Calipolenses: Daniel Moreira, Grupo Desportivo Bairrense, Neste Meu Alentejo, O Blog de São Romão, O Calipolense Taurino e o Partido Socialista de Vila Viçosa.

Contamos também com o apoio oficial da Associação Juvenil Doutor Jardim e do Grupo Desportivo Bairrense, assim como estamos actualmente em contactos com a Câmara Municipal de Vila Viçosa, Junta de Freguesia de Conceição e Junta de Freguesia de São Bartolomeu, tendo-se mostrado bastante interessadas em cooperar connosco.

Da lista original de 61 monumentos do Concelho de Vila Viçosa, chegam agora à votação final 21 monumentos. Estão representados Vila Viçosa, Pardais e São Romão, não tendo Bencatel nenhum representante nesta lista final. São 21 monumentos que poderão encontrar detalhadamente na barra lateral deste blogue, clicando em cada um para poderem aceder à sua descrição e às suas imagens. Após ter escolhidos os seus 7 monumentos preferidos, envie um e-mail para orestaurador@gmail.com ou terrasdemarmore@sapo.pt indicando o seu nome, a sua localidade e os 7 monumentos que acha que merecem que sejam consagrados como as 7 Maravilhas de Vila Viçosa. Tarefa dificil, nós sabemos.

Cada pessoa poderá apenas votar uma vez, e os resultados das 7 Maravilhas de Vila Viçosa irão ser divulgados no dia 7 de Julho de 2007, em simultâneo com as 7 Novas Maravilhas do Mundo e com as 7 Maravilhas de Portugal. E falando em 7 Maravilhas de Portugal, já votou no Paço Ducal de Vila Viçosa para as 7 Maravilhas de Portugal? Se ainda não o fez, aproveite para votar no site das 7 Maravilhas de Portugal.

Iremos também ter mais iniciativas no âmbito das 7 Maravilhas de Vila Viçosa e das 7 Maravilhas de Portugal que iremos divulgar aqui e nos blogues de apoio atempadamente. E todos vós estão desde já convidados a participar!

Vila Viçosa terra de tradições, história e património, une-se deste modo à votação do Paço Ducal de Vila Viçosa para as 7 Maravilhas de Portugal. Uma das mais belas vilas de Portugal, fulcral no decorrer da história de Portugal, sendo o Rei Restaurador da Independência, D. João IV, natural de Vila Viçosa, assim como muitas outras personalidades portuguesas como D. Catarina de Bragança, Florbela Espanca, Henrique Pousão, Públia Hortênsia de Castro, Bento de Jesus Caraça, Martim Afonso de Sousa Cristóvão de Brito Pereira, D. Constatino de Bragança, Artur Bívar, Túlio Espanca, Nuno Portas entre muitos outros... Venha até Vila Viçosa e faça o roteiro das Maravilhas de Vila Viçosa, visite os 21 candidatos e depois vote nos 7 candidatos seus preferidos. Verá que não se irá arrepender, pois como se canta em Vila Viçosa "... e não há tenho a certeza, terra com tanta beleza, como tem Vila Viçosa!"

Deixo-vos agora a listagem dos 21 finalistas:

* Anta dos Apóstolos (Pardais)
* Capela Real
* Castelo e Torre de Menagem de Vila Viçosa
* Convento dos Capuchos
* Convento e Igreja da Esperança
* Convento e Igreja das Chagas
* Convento e Igreja dos Agostinhos
* Estação Ferroviária de Vila Viçosa
* Estátua Equestre D. João IV
* Fonte da Praça (antiga Fonte do Carrascal)
* Igreja de Nossa Senhora da Lapa
* Igreja de Nossa Senhora da Piedade
* Igreja de São Bartolomeu
* Paço Ducal de Vila Viçosa
* Pelourinho de Vila Viçosa
* Ponte Romana
* Porta do Nó ou Porta da Vila
* Porta dos Nós
* Santuário de Nossa Senhora da Conceição de Vila Viçosa
* Tapada Real
* Terreiro do Paço

Senhoras e Senhores, os Monumentos estão lançados, podem começar a votar!!!


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. ...

. ...

. ...

. Quando n...

. Quando a predisposição da...

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

.arquivos

. Outubro 2007

. Maio 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

.favoritos

. ...

. ...

. ...

. A...

. O cinema: um horizonte da...

. ...

. ...

. Unidad...

. A mudança ...

. Já aspira altitude…

SAPO Blogs

.subscrever feeds