Quarta-feira, 27 de Setembro de 2006

...

A coerência virou quimera!

 

 

 

Os E.U.A asseveram-se apogeu da democracia e seus corolários. Inalienáveis desta forma de governo são: a laicidade, independência e liberdade de expressão. A secularização de um estado obriga a uma inquestionável separação entre o poder temporal e poder espiritual. A liberdade de expressão confere o direito aos cidadãos de se pronunciarem sem receio de adversidades. A independência impele À autonomia estatal e capacidade de governação dentro das fronteiras do Estado em questão.

Tendo em mente estes requisitos primários imanentes a uma democracia e lembrando a conduta americana nestes tempos precedentes, não pude deixar de me indignar com uma reportagem desconcertante. Aqueles que se assumem profetas da democracia são, igualmente, responsáveis por contradições gritantes no seio do país. A reportagem (realizada por uma televisão credível e conceituada) propunha-se a evidenciar as clivagens entre o que preconizam e o que cometem. De entre muitas entrevistas com membros da administração Bush e investigação a inúmeros documentos que fundamentam o que os anteriores advogavam, passei a saber que a censura é um hábito e a promiscuidade entre religião e politica uma trivialidade.

Além de outros aspectos dignos de perplexidade, a administração americana reza antes de qualquer reunião (ou direi concílio?) invocando inspiração e aprovação divinas; todos os relatórios realizados por peritos e encomendados pela administração americana, sobre assuntos como o ambiente, são previamente sujeitos a uma rígida censura; Não é de forma alguma aceitável que em pleno século XXI e num dos países com remota tradição democrática se cometam estes ultrajes. A laicidade é um alicerce irrevogável e não um conceito volátil À fé de cada Presidente. A censura é um opróbrio À democracia porque o intuito é a manipulação da população. Não a protecção! O risível é que os mencionados relatórios são feitos por pessoas escolhidas pela competência no âmbito que se especializaram. Indivíduos que sabem o que afirmam. A revisão mortífera destina-se a outros membros da mesma administração, por norma advogados e diplomatas. Duvida-se da imparcialidade e veracidade dos que estudam, confia-se na clarividência dos néscios naquela matéria. As consequências são as previsíveis. Qualquer opinião antagónica À imagem de harmonia passada por Bush é destruída. Sendo, ainda assim, membros eleitos pela própria administração todos os dissidentes são exonerados e desacreditados. Os seus alertas confinam-se À esterilização. Os que se resignam perante a capacidade de um governo insipiente resta-lhes a obscuridade.

No fundo os mentores da Paz e Democracia, E.U.A, são o que afirmam pugnar: teocracias despóticas. A conduta interna reflecte as directrizes da política externa: perseguição das vozes dissonantes, alegando o bem da Nação ou do Mundo.

As pretensões draconianas que têm são ameaçadoras. Pois o desfecho é nitidamente a unanimidade com a sua política e objectivos. A passividade do restante Ocidente não augura nada de bom. Todos corroboram e participam destes intuitos frívolos, cuja ambição é controlar de todas as formas a Humanidade. O refúgio que os protege é poderoso, não só pelo argumento como pelas caras que o sustentam. Os E.U.A são os mártires de uma teoria da conspiração. Infelizmente o verosímil depende sempre do prestígio, e por isso, o mero comum que alegue todas estas coisas é desprezível e fala sem conhecimento de causa, coitado!

Assim as pandemias que outrora resolvemos contaminam os alicerces que temos como efectivos. A verdade é que combatemos o inimigo erróneo, Bush e os que consigo cooperam são apenas uma componente do veneno. O antídoto é a insubordinação e resistência ao controle maciço que é cada vez mais óbvio. Não subestimemos as nossas conclusões.

 


publicado por portalegreeomundo às 23:07
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. ...

. ...

. ...

. Quando n...

. Quando a predisposição da...

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

.arquivos

. Outubro 2007

. Maio 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

.favoritos

. ...

. ...

. ...

. A...

. O cinema: um horizonte da...

. ...

. ...

. Unidad...

. A mudança ...

. Já aspira altitude…

SAPO Blogs

.subscrever feeds